Jet Lag: o que é e como minimizar os efeitos

Não há nada de glamoroso em fazer uma viagem longa e se sentir mal, com a sensação de estar com uma grande ressaca, ao chegar no destino final. Esse desconforto causado pela mudança de fuso horário é chamado de jet lag e acomete, principalmente, viajantes que fazem viagens internacionais longas. O incômodo causado pela diferença de fuso é tão grande que muitos viajantes costumam perder um dia no destino apenas para conseguir se adequar ao novo horário.

Jet lag e seus sintomas

Enjoo, insônia, cansaço e irritação são alguns dos problemas comumente enfrentados por pessoas que fazem viagens longas (especialmente as intercontinentais, que ainda tem a mudança de clima como pormenor). Esses sintomas são decorrentes da alteração do ritmo circadiano, ou seja, o período de 24 horas no qual o ciclo biológico se baseia. É como se o corpo ficasse momentaneamente dessincronizado – ele está habituado a um fuso horário, mas está fisicamente em outro.

Antes de roer as unhas preocupado com o desconforto na sua próxima viagem, confira algumas dicas para minimizar os efeitos do jet lag.

1. Descanse bem antes da viagem. Tente evitar o estresse pré-embarque organizando todas as suas coisas com pelo menos um ou dois dias de antecedência. Coloque passaporte, vouchers, documentos das crianças, medicamentos que precisará tomar durante o voo e demais itens de suma importância na bagagem de mão. Malas também devidamente arrumadas? Aproveite para ter uma boa noite de sono para estar disposto e tranquilo no dia do embarque.

2. Tente programar a chegada durante o dia. Se houver a possibilidade, escolha um voo que chegue ao destino final durante o dia. Dessa forma, seu corpo terá tempo para se habituar ao novo fuso horário e com o cansaço da viagem e das primeiras horas após a chegada, ao fim do dia você vai estar cansado o suficiente para dormir sem precisar trocar o dia pela noite.

3. Faça as refeições de acordo com o horário do destino. Ajuste seu relógio e faça as refeições conforme o horário local. Se você está voando à noite e no seu destino já é manhã, em vez de jantar, coma alimentos que normalmente comeria no café da manhã. Mesmo que os alimentos não sejam os mesmos que você costuma ingerir em casa ou os que você vai comer no outro país, o tipo de alimento vai ajudar a condicionar o corpo ao horário.

4. Evite bebidas alcoólicas. É verdade que a bebida alcoólica pode ajudá-lo a dormir durante o voo, mas é verdade também que o álcool no corpo pode estimular ainda mais os sintomas causados pelo jet lag. Substitua a dose de whisky ou a latinha de cerveja por uma xícara de chá.

5. Oriente ou ocidente? Prepare o corpo. Eduque seu corpo para que a adaptação ao destino seja mais rápida. Se você vai viajar para o ocidente, comece a dormir uma hora mais tarde do que seu horário normal; se for para o oriente, faça o contrário, durma uma ou duas horas mais cedo durante alguns dias.

6. Beba bastante água e caminhe. Manter o corpo hidratado é essencial para manter o bem-estar durante o voo e na chegada ao destino. E se sua preocupação for o receio de querer ir ao banheiro o tempo todo, veja isso de forma positiva: você vai poder se exercitar caminhando pelo corredor da aeronave para ir ao banheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *